Porto Velho: Operação Sorriso promove curso gratuito para profissionais de saúde em parceria com a Energia Sustentável do Brasil

Tratamento do paciente com fissura labiopalatina será o foco da jornada interdisciplinar no dia 24 de setembro

Educacional-Foto-retangulo.jpg

A Operação Sorriso, uma das maiores organizações médicas voluntárias do mundo, retorna a Rondônia para capacitar profissionais de saúde de todas as especialidades no tratamento de pacientes nascidos com fissura labiopalatina (também conhecida como lábio leporino e fenda palatina). A jornada interdisciplinar acontecerá dia 24 de setembro, em Porto Velho, e será ministrada por voluntários renomados da organização que possuem ampla experiência no atendimento a pacientes com a malformação. As palestras terão como foco psicologia, enfermagem, cirurgia plástica, pediatria, anestesia, fonoaudiologia e odontologia aplicadas a estes casos. É possível se inscrever aqui: bit.ly/cursopvh19.

Organizado pela Operação Sorriso com o apoio da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau, o curso será um complemento ao programa educacional que a ONG tem mantido durante as missões humanitárias, nas quais realiza cirurgias gratuitas de correção de lábio leporino e fenda palatina. “Nosso foco não é só ampliar a atuação de mais especialidades na região; é também fortalecer o trabalho do Núcleo de Fissurados de Rondônia (NUFIS), que desde março já operou 20 pacientes com fissura labiopalatina”, explica Charles Rosenburst, diretor executivo da Operação Sorriso.

O apoio da Energia Sustentável do Brasil à Operação Sorriso é subsidiado com recurso do Subcrédito Social - linha “E” - do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ele já possibilitou a realização das duas últimas missões humanitárias em Porto Velho e garante a continuidade das ações da ONG em Rondônia até 2021. Dessa forma, cumpre o papel decisivo de tornar a região num ponto focal de atuação, por meio do suporte ao NUFIS. A Coordenadora de Socioeconomia da ESBR, Juliana Silva, destaca a importância da iniciativa. “É um trabalho muito gratificante, feito com dedicação e transparência. As cirurgias transformam o visual do paciente e também proporcionam mais qualidade de vida, bem-estar e elevam a autoestima, refletindo inclusive na família e na vida social do paciente. Nós, da Usina Jirau, estamos unidos com os parceiros por essa nobre causa”, destaca.

Doação de instrumentos cirúrgicos amplia atuação de Núcleo em Porto Velho

A parceria da Operação Sorriso com a ESBR também possibilitou a ampliação do atendimento no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro através de uma doação de instrumentos cirúrgicos para o NUFIS. Agora, o núcleo é capaz de realizar cirurgias ao longo do ano fazendo com que alguns pacientes não precisem esperar a missão humanitária da Operação Sorriso em dezembro.

A enfermeira e voluntária da Operação Sorriso, Maria José Micheletti, está à frente do NUFIS e explica o período de realização dos procedimentos. “Em junho começamos a fazer as cirurgias dos pacientes com deficiência no palato, intercalando com as de lábio leporino que já ocorrem desde março. O novo instrumental nos deu forças para seguir com os procedimentos e promover a mudança na vida de centenas de pessoas”, completa.  

Segundo Charles Rosenburst, o objetivo da ONG é alavancar a parceria com a ESBR e desenvolver um modelo sustentável, único no Brasil, que servirá de exemplo para outras localidades onde são realizadas missões da organização.

 

SERVIÇO - JORNADA INTERDISCIPLINAR: TRATAMENTO DO PACIENTE COM FISSURA LABIOPALATINA

Data: 24/09

Horário: 09h às 17h, com 1h de intervalo para o almoço

Local: Auditório do Oscar Hotel Executive (Av. Sete de Setembro, 934 - Centro, Porto Velho/RO)

Valor: Gratuito. Pedimos a doação de 1kg de alimento não-perecível.

Link para inscrição: https://bit.ly/cursopvh19

 

Sobre a Operação Sorriso

A Operação Sorriso é uma das maiores organizações médicas voluntárias do mundo. Reúne profissionais de 60 países para ajudar pessoas nascidas com deformidades faciais, especialmente lábio leporino e fenda palatina. Em 37 anos de trabalho, já transformou a vida de mais de 288 mil crianças pelo mundo.

No Brasil, as ações tiveram início em 1997 e já foram realizados mais de 100 mil exames e avaliações especializadas e 5,5 mil cirurgias em doze estados brasileiros, tudo de forma gratuita à população.

Para ajudar

Quem quiser contribuir, pode fazer doações financeiras pelo site

Ou realizar depósitos direto em conta:

Associação Operação Sorriso do Brasil

CNPJ: 08.691.563/001-85

Banco Itaú – 341

Ag: 8729 / C/C: 23082-4

Pedimos a gentileza de comunicar a realização do depósito para contato@operationsmile.org

Os relatórios financeiros estão disponíveis no nosso site

“Toda criança que nasce com deformidade facial é nossa responsabilidade. Se nós não cuidarmos dessa criança, não há nenhuma garantia de que outra pessoa o fará.”

- Kathy Magee, cofundadora e presidente da Operação Sorriso