Mossoró recebe Operação Sorriso para novo mutirão de cirurgias gratuitas em pacientes com fissura labiopalatina

Seleção de pacientes acontecerá dia 15 de janeiro; Cirurgias estão marcadas para o período de 17 a 20 do mesmo mês; Operados em 2017 têm direito a retorno médico.

mos2.jpg

A Operação Sorriso (OS) retorna à Mossoró (RN) pela terceira vez para a realização de mais cirurgias de correção de lábio leporino e fenda palatina a partir do dia 15 de janeiro. A missão humanitária na cidade potiguar deve realizar cerca de 50 cirurgias entre os dias 17 e 20 do próximo mês.

Durante os dois programas anteriores (2016 e 2017) foram realizadas 1.836 consultas e 105 cirurgias gratuitas. “Iniciamos o ano em Mossoró com uma grande expectativa em função da mobilização da população e dos agentes de saúde para o pré-cadastramento de pacientes do interior do Rio Grande do Norte”, afirma Ana Stabel, diretora executiva da Operação Sorriso.

A parceria Voltália-Copel e BNDES - agente financiador via subcrédito da linha ISE (Investimento Social de Empresas) tem assegurado a continuidade das missões no estado. “Esse ano, devemos focar em negociações com o Secretário de Saúde para capacitar especialistas locais para atenderem os pacientes após as cirurgias”, explica a diretora.

Como participar

Para participar da triagem, basta comparecer à seleção no dia 15, no Centro Clínico Prof. Vingt Un Rosado, levando documentos de identificação do paciente e também do responsável (caso o paciente seja menor de idade). Pacientes e mais um familiar que residam fora de Mossoró poderão solicitar hospedagem gratuita no dia da seleção. Eles ficarão alojados no Albem (Albergue de Mossoró). Nesse caso, a Operação Sorriso também oferecerá transporte do local da hospedagem à instituição de saúde, além de alimentação sem custo. No mesmo dia, os pacientes operados em 2017 poderão retornar para a consulta pós-operatória de 1 ano.

Após a triagem, os pacientes selecionados passarão por procedimentos com os voluntários da Operação Sorriso no Hospital Wilson Rosado, entre 17 e 20 de janeiro.

Ao todo, 60 voluntários do Brasil e de outros países, como Estados Unidos e Venezuela, estarão envolvidos no programa. Todos os selecionados possuem experiência em outros programas humanitários da organização e são profissionais de saúde especializados em fissuras labiopalatina, aptos a prestar assistência a pacientes em diversas especialidades, como Cirurgia Plástica, Fonoaudiologia, Anestesia, Psicologia e Odontologia.

Parcerias são fundamentais para que o trabalho seja realizado com sucesso. A Operação Sorriso é patrocinada por empresas como Voltália, BNDES, Copel, Azul Linhas Aéreas, Johnson&Johnson, White Martins, Abbvie, Alfacomputer, Aumund, Bbraun, Bradesco Seguros, Citi, Associação Citi Esperança, Comerc, Comunicare Consultoria de Comunicação, Cristália, Day Pharma, Eu amo papelão, F/Nazca S&S, Hasbro, Icatu Seguros, Infobip, LDS Church, Mundotraduz, Pepsico, Rastru, Rei do Malote, Repsol Sinopec Brasil, Rotary Club - Chácara Flora, Seteco, Schivartche Advogados, The British School, Way Models e Approach Comunicação.

A Associação Brasileira de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial (ABCCMF), Projeto Genoma, Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Prefeitura Municipal de Mossoró, Secretaria Municipal de Saúde, Hospital Wilson Rosado, Centro Clínico Prof. Vingt Un Rosado e Albem (Albergue de Mossoró) também são parceiros da organização. Veja a lista completa no site www.operacaosorriso.org.br

SERVIÇO

Programa Internacional de Mossoró (RN)

Seleção dos pacientes
Dia: 15 de janeiro de 2018
Horário: A partir das 8h
Local: Centro Clínico Prof. Vingt Un Rosado (antigo PAM do Bom Jardim) - Rua Afonso Pena, 152 - Bom Jardim.

Cirurgias
Dias: 17 a 20 de janeiro de 2018
Local: Hospital Wilson Rosado - Rua Pedro Velho, 250 - Santo Antônio
Informações: Das 10 às 12h e das 15h às 17h no (84) 3318-9026.

Sobre a Operação Sorriso

A Operação Sorriso é a maior organização médica voluntária do mundo. Reúne profissionais de 60 países para ajudar exclusivamente a pessoas nascidas com deformidades faciais, especialmente lábio leporino e fenda palatina. Em quase 35 anos de trabalho, já transformou a vida de mais de 240 mil crianças pelo mundo.

No Brasil, as ações tiveram início em 1997 e já foram realizados mais de 98 mil exames e avaliações especializadas e mais de 5,1 mil cirurgias em doze estados brasileiros.

Só em 2016, a organização realizou mais de 4300 avaliações médicas e ultrapassou o número de 370 cirurgias. Tudo gratuitamente, devolvendo a dignidade, funcionalidade e autoestima para milhares de pacientes.

Para ajudar

Quem quiser ajudar pode fazer doações em dinheiro (que facilitam compras em grande quantidade): http://www.operacaosorriso.org.br/index.php/get-involved/doacao-financeira/
Doações para Operação Sorriso podem ser feitas direto em conta:
Associação Operação Sorriso do Brasil
CNPJ: 08.691.563/001-85
Banco Itaú – 341
Ag: 8729 C/C: 23082-4
Comunicar depósito através do e-mail: contato@operationsmile.org

Relatórios financeiros disponíveis no site (http://www.operacaosorriso.org.br/index.php/operacao-sorrisoquem-somos/financeiro/)

As empresas podem apoiar a Operação Sorriso com recursos financeiros, humanos, contribuições em espécie ou através de parcerias corporativas.

“Toda criança que nasce com deformidade facial é nossa responsabilidade. Se nós não cuidarmos dessa criança, não há nenhuma garantia de que outra pessoa o fará.”

- Kathy Magee, cofundadora e presidente da Operação Sorriso